Manifesto Medditus

Como você cuida da sua mente?

Que lugar você ocupa no universo? Onde é seu refúgio?

Para onde você vai todos os dias? Com certeza, para muito além de onde está… Não há limites para a sua imaginação, não há limites com o que você pode fazer com a tecnologia.

Sua atenção passeia por sites, redes sociais, páginas e mais páginas de todos os assuntos. Posts dos seus amigos, conhecidos, desconhecidos, celebridades.Vídeos, podcasts, fotos, um universos de possibilidades bem ao alcance das suas mõas, dos seus olhos, da sua mente.

Você lê, escreve, curte, compartilha. Você ri, chora, se emociona, se surpreende. Você concorda, discorda, fica indignado, reclama. Você fica preocupado, tem insônia, cansa, precisa correr.

Seus pensamentos mais acelerados do que você, mais velozes que o tempo. O presente não é suficiente, sempre tão distante em um futuro incerto. Sem visibilidade, sem bússola para te direcionar, sem um destino para chegar. A mudança não para de se movimentar, sempre tão rápida, tão apresada, tão imprevisível.

Tantas conexões todos os dias, o que dizem de você, como te julgam. Sente-se sozinho, desamparado, abandonado. A carência abrindo um vazio dentro de você, buracos que sugam sua energia, sua atenção. Há tanto para fazer, há tanto para conquistar, há tantas metas para bater.

E você só queria ser ouvido, só queria ser notado, só queria ser importante para alguém. Só queria estar naquela paisagem, naquele visual, naquele pôr do sol, naquela montanha, naquela cidadezinha, naquele lugar paradisíaco. Mas você está só aqui, e nesse momento é tudo o que você tem, deveria estar contente, e você sabe. Você sabe, mas mesmo assim não está, parece tão difícil querer estar onde se está.

Tão pouco te eleva, tão pouco te derruba. Por vezes sorrisos não são suficientes para te alegrar, palavras não são suficientes para entender. Tantas escolhas precisam ser feitas, tantas decisões precisam ser tomadas. Por vezes cansa, você se cansa, se esgota, esgotamento emocional profundo, as forças lhe faltam.

Tão misturado à multidão, e tão sozinho está. Mas é preciso ser forte, todos ao seu redor exigem energia, dedicação, empenho, entrega total. É preciso ser um bom pai, uma boa mãe, um bom profissional, um bom amigo, um bom empreendedor. Você precisa ser bom ou você não serve, você precisa estar bem ou não tem espaço para você.

E no final do dia você volta para casa, não aquela casa de quatro paredes, e sim seu único refúgio: a sua mente. O único lugar verdadeiramente seu, o único lugar de onde não há como fugir, não há como ignorar. Não importa para onde você vá, sempre parte dela, sempre volta para ela. O único lugar que verdadeiramente você existe.

Na intimidade da sua mente você chora, ri, sente medo, insegurança, angústia, ciúme. Em sua mente sente dor, sofrimento, solidão. Sente-se rejeitado, ansioso, depressivo, deslocado. Tudo acontece aí dentro, na sua mente. Apenas você sabe quem é ser você, como é estar no seu lugar. Apenas você conhece a sua história, de onde veio, o caminho que trilhou, o que precisou fazer, o que precisou se sujeitar. Apenas você sabe o que ouviu, o que precisou dizer. Apenas você conhece seus traumas, suas crenças, seus bloqueios. Apenas você conhece segredos bem guardados na sua intimidade, segredos que não ousa compartilhar. Coisas que te orgulham, coisas que te decepcionam, coisas que se arrepende. Apenas você sabe o que é conviver com você mesmo.

Que importância você dá para a sua mente? O quanto você cuida dela? Não há dúvidas de que ela deveria ser o melhor lugar para se estar. O lugar de maior segurança, acolhimento, compreensão. O lugar mais feliz e tranquilo para se estar. Ela deveria ser sua melhor companhia. E quando com ela, jamais sentir-se sozinho. Mas nem sempre, nem sempre a sua mente é o melhor lugar para se estar, nem sempre és a melhor companhia para si mesmo.

É tempo de assumir o comando de si mesmo. É tempo de embarcar em uma viagem de autoconhecimento, de autotransformação, é tempo de desenvolver novas habilidades, habilidades emocionais. É tempo de uma nova mentalidade, de novos padrões, é tempo de extrair mais de si mesmo, mais da sua mente, mais do seu corpo. É tempo de empoderar-se, de buscar diferentes fontes de energia, de inspiração, de superação. É tempo de uma limpeza profunda, é tempo de um minimalismo mental.

Cuidar da sua mente é cuidar do lugar mais precioso, o único lugar verdadeiramente seu. O lugar que não importa para onde você vá, sempre estará em sua mente, sempre a terá próxima. E quanto melhor for sua relação consigo mesmo, melhor saberá sobre suas capacidades e o quão longe poderá ir, o quanto será capaz de conquistar.

Nossa missão é criar poderosas ferramentas mentais para te ajudar a cuidar da sua mente e empreender uma jornada de transformação pessoal e profissional.

Medditus Premium | Plataforma de Habilidades Mentais

Assine e descubra como cuidar da sua mente | 1º mês gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.